sexta-feira, 12 de março de 2010

RESUMO DE LIVROS - VYGOTSKY, Lev.S . A Construção do Pensame

VYGOTSKY, Lev.S . A Construção do Pensamento e Linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

Há uma interação constante e interrupta entre o processo interno e influências do mundo social. A interação social e e por uso de signos se dá oelas Funções Psicológicas Superiores, FPS, isto é, a consciência e o controle são constituídos pela cultura e símbolos, onde: a representação mental e a significação dos símbolos (cultura) internaliza no indivíduo e dá-se o comportamento neste processo; e a palavra, o signo, tem função de mediar interações sociais, permitindo a apropriação de diversos bens .
O pensamento infantil assume uma direção social ao individual.
A elaboração da consciência ocorre a partir de uma crescente apropriação dos modos da ação culturalmente elaborados, apropriados pelo contato social, pelo processo de internalização.

A fala egocêntrica
As origens sociais do funcionamento mental em direção do desenvolvimento intelectual prosseguem do social ao individual pela internalização, fala e as relações sociais são interiorizadas e organizadas e atuam sobre as atividades. Inicialmente comunicativas vão constituir atividade mental, verbalizada e intelectiva de formação de processos côo imaginação, organização, planejamento, memória, vontade, etc.
As falas podem ser:
• exterior, oral; egocêntrica, da criança até 4 anos; é expandida e vocalizada como característica de fala para o outro.
• e interior, através de pensamento; Aos sete, oito anos, ela se torna abreviada e deixa de ser egocêntrica e se torna internalizada.
O pensamento e a fala unem-se em pensamento verbal. Neste significado há um sentido cognitivo e um afetivo, que sempre estão intimamente entrelaçados.

A formação de conceitos passa por três estágios:
1.sincrético – agrupamento de objetos com nexos vagis e subjetivos;
2.complexo – agrupamento por fatos, concretos, não lógicos, por isso variáveis;
3.conceitos – abstrai-se suas características e resume-se em síntese.
A linguagem organiza o conhecimento.
Os conceitos são espontâneos, sem organização do cotidiano e científico quando sistemático e organizados, incluem-se num sistema mediado por símbolos e implica FPS.
Através da aprendizagem a criança desperta os processos de desenvolvimento porque o cérebro trabalha a atividade psicologia e a cultura tornando-se o homem biológico e cultural, em sócio-histórico. Mas cada um dá um significado particular a essas vivências.

A memória, a percepção, a atenção e o pensamento são funções mentais. O cognitivo e o afetivo unem-se e organiza a consciência e faz-se compreender o pensamento. Assim, a consciência é a organização do comportamento imposto por práticas sócio-culturais.

4 comentários:

  1. Comente a estratégia de “rede” em que se baseia a organização do currículo integrado;
    N entendi a pergunta

    ResponderExcluir
  2. lidia, me chamo eliene, sou pedagoga e gostaria de lhe pedir que poste um resumo do livro de Perrenoud,p, As competências para ensinar no século xxI: a formação dos professores e o desafio da avaliação, educação escolar brasileira: o que trouxemos do século xx?Mello,Guiomar nmo de. Desde ja eu aagradeço e adoro o seu blog...

    ResponderExcluir
  3. Olá me chamo tatah e gostaria de dizer que seu blog é muito bom, pois você ajuda as pessoas, que como eu, estamos prestando concurso e não temos condição de comprar os livros. mais uma vez muito obrigada.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo blog! Os assuntos abordados aqui, são excelentes!

    ResponderExcluir